Por um dia menos ordinário


o uso do RE e da RÉ
setembro 16, 2010, 1:35 am
Filed under: Uncategorized

[Importante: Isso não é uma aula de português: Não entendo da nova ortografia e não sou apóstola do Professor Pascoale. Se ainda interessa, continue a ler.]

Voltei para o Brasil há menos de um mês e estou naquela fase: REvendo amigos, REvendo fotos e me REestabelecendo.

O prefixo “RE” significa “novamente” e pode ser utilizado em abundância para uma pessoa que acabou de voltar de uma vida no exterior, não é mesmo?

Bom, pelo menos é esta a desculpa de todos que voltaram e me aconselharam: “ É normal… Tem que rever amigos, rever os lugares que ama, rever as fotos…”

Mas eu me pergunto: “Até quando isso é normal?”

Se o prefixo RE significa novamente… Não estamos perdendo nosso tempo fazendo tudo… novamente?

(…)

E já perceberam o que acontece com o prefixo RE quando colocamos um acento agudo em sua ultima letra?

Ele vira .

Percebeu? Apenas um deslize e você está perdido.

De tanto REver novamente, novamente e novamente, você  dá RÉ  e nunca mais anda para a frente.

REveja seus conceitos.



Coragem
setembro 16, 2010, 12:51 am
Filed under: Uncategorized

Prometi a mim mesma que o ultimo post deste blog seria a minha “despedida dos EUA”…

Isso porque ele foi iniciado la, enquanto eu vivia uma vida que nao era muito minha, uma vida cheia de novidades e saudades…

Mudei a senha, me ocupei com outras coisas, li outros sites e quase esqueci deste blog, que surgiu para tornar o meu dia menos ordinário.

Ele, como a maioria das coisas que eu inicio, nao deu certo.

Ele nao conseguiu tirar este gostinho amargo do meu dia…

Percebi que nem ele e nem ninguém conseguira!

E por isso resolvi pedir uma nova senha ao wordpress e recomecar.

Percebi que nao e culpa do blog, dos EUA e nem do Brasil…

A culpa e minha. Toda minha.

Voltarei a colocar as minhas “amarguras” para fora…

Decidi que e melhor joga-las ao vento do que guarda-las dentro de mim, ja que nao ha mais espaço.

Decidi que tentarei… So nao sei ate quando.

(E desde ja peco desculpas pela falta de acentuacao e excesso de reticencias… E a vida…)