Por um dia menos ordinário


falha nossa
setembro 5, 2009, 1:12 am
Filed under: Uncategorized

A era digital, aquela que havia chegado para  ajudar, tem trazido muitos problemas.

Os emails, sites de relacionamento, msn, twitter e todos os ‘pontocons’ da vida têm uma relação de amor e  ódio com seus condutores.

Produzimos robôs tecnológicos para que pudéssemos controlar nosso tempo e hoje eles nos controlam.

De condutores, passamos para conduzidos. E isso, é culpa nossa.

Preferimos mandar um e-mail do que ligar para as pessoas que amamos.

Ouvir a voz e sentir o que a pessoa está sentindo já não cabe mais em nosso dia a dia. 

Com apenas alguns minutos, o email passa a mesma mensagem. Escrita, seca, com letras já produzidas por alguém, mas passa.

O telefonema, que teria falas, suspiros, choros e exaltações, não cabe mais em nossas curtas 24 horas.

Preferimos mandar um scrap do que uma mensagem de celular.

Preferimos mandar um depoimento do que demonstrarmos nosso sentimentos com surpresas, cartões e presentes à pessoa amada.

Preferimos colocar fotos posadas do que gargalharmos daquela fotografia que o filme revelou.

Veja bem… A coisa está complicada. Talvez até mais complicada do que você possa pensar.

Isso porque não estou aqui comparando APENAS os contatos físicos(ainda sabe o que é isso?) com a era digital.

Comparei o telefonema e a mensagem de celular.

Tudo isso, que já tinha nos afastado da verdade nua e crua,  já é utopia.

Contato físico então, esqueça.

Esta tecnologia, que servia para nos unir, nos separou.

Emails, scraps, depoimentos, tweets…

Eles estavam todos aí, pronto para aproximar você das pessoas que ama.

Mas você estragou tudo.

Mostrou tanto, mas tanto, que não há mais o que descobrir sobre sua vida.

Seu amigo, que não vê há anos, mata a saudade em fotos tiradas há minutos atrás.

Já sabe do seu corte de cabelo. Este aí ,que você fez há menos de uma semana.

Já sabe que o seu namoro terminou mas sabe também que você já deu a volta por cima e está curtindo.

Já sabe o tipo de música que você gosta, os livros que lê.

Já sabe tudo o que ele queria saber, depois de 10 anos sem te ver.

E ele pensa que foi muito bom revê-lo, foi como voltar ao passado. Aquele passado que não volta mais…

Você recebe uma mensagem de saudades, algumas palavras tocantes.

Responde no mesmo tom nostálgico.

Mas o abraço…

Ah, este fica para a próxima.

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Esta nova era nos deixa cada vez mais em mundos distantes.

Comentário por Carol

AMEI!

Comentário por Juliana




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: